feminismo

PAPo Feminismo Intereseccional

Para iniciar os PAPos do semestre, nós da PoliGen havíamos primeiramente decidido abordar um tema de introdução geral ao feminismo. A quem ele serviria? Qual seria sua utilidade, em pleno século XXI? Seria ele desnecessário hoje em dia?
Como a vida não pára entre uma atividade e outra, fomos surpreendidas por discussões em nossos espaços virtuais que envolveram falas aberta e deliberadamente racistas. Com isso, percebemos que a discussão que se faz necessária em todo e qualquer momento não envolve apenas o feminismo em si, mas a maneira sobre como os demais sistemas de opressão se fortificam conforme se interseccionam.
Por isso traremos mais uma vez para nosso PAPo o tema da interseccionalidade. Somos um grupo que preza por esse conceito e pelo questionamento de nossos privilégios, e que acredita na importância de ouvir e fazer ouvir a palavra de pessoas que vivenciam opressões interseccionalizadas. Como resposta aos ataques, oferecemos um debate público sobre um feminismo interseccional, que envolve a questão da mulher negra e do racismo.

O que é feminismo interseccional? A quem ele se refere? O que ele engloba?

Para nos auxiliar nessa atividade, contaremos com a presença de Giselle dos Anjos Santos.
Giselle é mestra em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismo pela Universidade Federal da Bahia, onde desenvolveu a dissertação do título Mulheres Negras em Cuba - Representações Sociais em Tempos de Crise (1990 - 2012); e autora da publicaçao Somos Todas Rainhas (2012), sobre a história das mulheres negras no Brasil.

Valorizando o gênero feminino nos projetos de Engenharia e Exatas na FEBRACE

Entre os dias 17 e 19 de março de 2015 aconteceu a 13ª FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia. Considerada uma das maiores feiras brasileiras para estudantes pré-universitários, a FEABRACE ocorre anualmente nas dependências da Escola Politécnica da USP.

Os projetos são avaliados por uma comissão julgadora e os/as autores/autoras dos melhores trabalhos ganham prêmios, sendo que nove projetos são selecionados para representar o Brasil na Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel (Intel ISEF), que, em 2015, ocorre em Pittsburgh, Pennsylvania (EUA), de 10 a 15 de maio.

Com o objetivo de incentivar meninas e mulheres a se interessarem por ciências exatas, tecnologia e engenharia, o PoliGen instituiu dois prêmios na FEBRACE 13: Prêmio "Anna Frida Hoffman" e Prêmio "Marília Chaves Peixoto".

O Prêmio "Anna Frida Hoffman" foi atribuído para dois projetos na área de engenharia, um individual e outro em grupo. O nome do prêmio foi dado em homenagem à primeira mulher a se graduar na Escola Politécnica de São Paulo como engenheira química na turma de 1928 (leia mais sobre a história da Poli).

Já o Prêmio "Marília Chaves Peixoto" foi atribuído para dois projetos na área de exatas, um individual e outro em grupo. O nome do prêmio foi dado em homenagem à primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Ciências no ano de 1951, devido a grande repercussão internacional de seus trabalhos em conjunto com o marido sobre funções convexas (leia mais sobre a história de Marília).

Mesa de Abertura: Feminismo e o Combate à Violência contra a Mulher

Esta atividade é parte da Semana de combate à violência contra a mulher promovida pela Frente Feminista da USP.

Convidadas:
– Clara Averbuck
– Amelinha Teles – União de Mulheres
– Soninha – Marcha Mundial das Mulheres
– Cecília Toledo – Movimento Mulheres em Luta

Mais informações: http://frentefeministausp.wordpress.com/2013/10/11/semana-de-combate-a-violencia-contra-a-mulher-2/